domingo, 24 de agosto de 2008

A Origem do Quenya e do Sindarin


Linguagem e Escrita Élfica
Em uma breve pesquisa pela grande rede mundial é possível encontrar um número muito grande de informação sobre a origem, variações e como era e é utilizada a linguagem e escrita élfica. Existem escolas que ensinam seus alunos o Sindarin como exemplo em Birmingham, no centro da Inglaterra. No Brasil, felizmente, existem muitos fóruns, blogs e entusiastas para compartilhar conosco esse conhecimento.Muitas pessoas hoje utilizam para jogar seus RPG´s (Roleplaying Game) favoritos, e também é utilizado em filmes, como em “O Senhor dos Anéis” o mais recente e conhecido. Existe, segundo os historiadores, uma variação muito grande da linguagem élfica, porém vou descrever a origem de duas delas, o Quenya e Sindarin.Há muito tempo atrás, quando os elfos chamavam a si mesmos de Quendi "aqueles que falam com as vozes", eles encontraram Oromë (um dos Valar), que disse que os elfos podiam ir para Valinor. Muitos dos elfos quiseram ir para Valinor, e estes passaram a se chamar de Eldar "povo das estrelas". Mas havia também elfos que não quiseram ir, que ficaram conhecidos como Avari "relutantes". Estes desapareceram das histórias e canções sobre eles não são mais ouvidas. Os Eldar eram divididos em 3 grupos: o primeiro era chamado de Vanyar, e eles se espalharam por Valinor e nunca mais sairam de lá. O líder deles era Ingwë, alto lorde dos elfos. O segundo grupo se espalhou por Valinor também, e seu líder era Finwë. Eles se chamavam de Noldor "sábios", mas eles deixaram Valinor algum tempo depois. Esses 2 grupos falavam Quenya, sendo Quenya portanto a lingua dos altos elfos. O terceiro grupo foi para Valinor também, e tinha 2 líderes: Elwë e Olwë. Estes eram chamados de Teleri. Eles não eram tão sábios quanto os outros elfos e, sendo assim, um elfo chamado Lenwë guiou um grupo de elfos relutantes e covardes para o sul. Estes passaram a se chamar Nandor "aqueles que voltam para trás", e sua lingua era o Silvan. Hoje nada se sabe sobre essa lingua misteriosa. E assim, os Teleri se dividiram em 2 grupos: os Nandor do Sul, e aqueles que eram liderados por Elwë, que mudou o próprio nome para Thingol. Algum tempo se passou, e eles foram para Beleriand, onde seu rei estava sob efeitos de encantamento. Os elfos não sabiam o que havia acontecido ao seu rei, e estavam sem líder. Sendo assim, alguns do povo de Thingol decidiram voltar para Valinor, sob o comando de Olwë.E os elfos que continuaram em Beleriand com Thingol passaram a se chamar de Sindar "elfos cinzentos", e começaram a falar Sindarin. Quando Thingol se libertou do encantamento, ele começou o seu reinado, chamado de Doriath. A situação permaneceu assim por séculos, e todos os reis tiveram filhos (lembre-se que elfos podem viver 600 anos, e até mais). O filho de Finwë era Fëanor, um inteligente e belo elfo.Foi ele quem criou as Silmarills, que foram roubadas por Melkor. Também foi Melkor quem matou o pai de Fëanor, Finwë. Fëanor ficou enfurecido, e Melkor passou a ficar conhecido por Morgoth. Fëanor convocou os Noldor, seus irmãos e filhos, e marchou para Beleriand, onde Morgoth mantinha uma fortaleza. A caminho de Beleriand, muitas coisas horríveis aconteceram. Fëanor e seu exército mataram elfos que não quiseram fornecer barcos para a campanha. Os Noldor, que era o povo de Fëanor, falavam Quenya, e isso chegou aos ouvidos dos Sindar de Beleriand. Quando Thingol, rei dos Sindar, ficou sabendo do massacre de elfos por causa de simples barcos, ele proibiu que o Quenya fosse falado em Beleriand. Porém, essa lingua ainda era utilizada entre os lordes elfos. E foi assim que o Sindarin se tornou a lingua de Beleriand, e o Quenya a lingua de Valinor...

by Azkaban Slade

Um comentário:

Marcos disse...

A i-Dhúath ú-orthor, asi ú.
A sombra não controla, ainda não.

I amar prestar aen, han mathon ne nem, han mathon ne chae, a han noston ned.
O mundo mudou, posso sentir na água, posso sentir na terra, posso cheirar no ar.

Nai tiruvantel ai varuvantel i Valar tielianna nu vilya.
Que os Valar protejam vocês em seu caminho sob o céu.

""Nai taltuva ñotto- carinnar.
Que o sangue caia sobre a cabeça do inimigo.

Ú i vethed... nâ i onnad.
Este não é o fim... é o início.

Ú danno i failad a thi, an úben.
Não mostrem compaixão, pois não receberão nenhuma.""

Amo muito tudo isso!!

Att.:Azkaban Slade